Menu fechado

Comissão Própria de Avaliação

Concepção

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) terá como foco o processo de avaliação que abrange toda a realidade institucional, considerando-se as diferentes dimensões institucionais que constituem um todo orgânico expresso no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e no Projeto Pedagógico Curricular (PPC).

A avaliação institucional, conforme estabelece o art. 3º da Lei 10.861, de 14 de abril de 2004, terá por objetivo identificar o seu perfil e o significado de sua atuação, por meio de suas atividades, cursos, programas, projetos e setores, considerando as diferentes dimensões institucionais, dentre elas, obrigatoriamente, as seguintes:

  • a Missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI);
  • a política para o Ensino, a Pesquisa, a Extensão e as respectivas formas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades;
  • a responsabilidade social da instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural;
  • a comunicação com a sociedade;
  • as políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho;
  • organização e gestão da instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e a participação dos segmentos da comunidade escolar nos processos decisórios;
  • infraestrutura física, especialmente a de ensino, extensão e pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação e de atendimentos aos portadores de necessidades especiais;
  • planejamento e avaliação, especialmente dos processos, resultados e eficácia da autoavaliação institucional;
  • sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação de nível profissional e tecnológico.

Objetivos

São objetivos do trabalho da CPA:

  • Organizar, documentar e divulgar os indicadores e resultados da Avaliação Institucional da Faculdade Santa Luzia – FSL, transformando-a em ferramenta prática efetiva da gestão superior e setorial da Universidade e de fortalecimento da sua comunidade acadêmica;
  • Promover a disseminação do processo de avaliação, incorporando-o à cultura organizacional da Faculdade Santa Luzia – FSL e fazendo a ponte necessária com os órgãos de fiscalização do governo na área do ensino superior;
  • Ampliar, na Faculdade Santa Luzia – FSL, o autoconhecimento, a participação e a reflexão da atuação dos seus corpos docente, discente e técnico-administrativo, visando ao aprimoramento da qualidade dos resultados de seu ensino, pesquisa e extensão, das relações com a comunidade e da efetividade de sua gestão;
  • Tornar a avaliação a grande norteadora do planejamento das ações institucionais e das relações da Faculdade Santa Luzia – FSL com a sociedade na qual está inserida;
  • Fortalecer as relações de cooperação entre os diversos atores institucionais; e
  • Identificar fragilidades e potencialidades por meio da correlação de indicadores e metas a serem atingidas com os resultados efetivamente auferidos, buscando apontar soluções para seu aprimoramento.

Regulamento

Relatórios

Membros

Representante dos docentes: Dra. Thiessa Maramaldo de Almeida Oliveira

Representante dos funcionários técnico-administrativos: Me. Alfredo José de Paula Barbosa

Representante dos discentes: Kleyanne Lemos (Bacharelado em Enfermagem)

Representante da sociedade civil: Maria Gorete Barros Silva